1 dia de medicamento.

Olá leitores.

Hoje venho relatar meu primeiro dia com a sertralina.

Eu terei que durante os primeiros 15 dias tomar meio comprimido e a partir daí 1 inteiro, pela manhã.

Acordei, tomei o café da manhã (que foi pizza hehehe) e tomei o meio comprimidinho! Fui tomar banho e me arrumar para ir na casa da familiares.

Não sei quanto tempo demorou para começar a ação, mas eu me senti tipo leve, zen, parecia até que tinha tomado uma latinha de cerveja hahaha, fiquei até meio com medo, achei que ia ficar naquele ritmo o dia todo ou até mesmo sonolenta, mas nossa fiquei assim muito tranquila o dia todo, não balancei as pernas 1 vez sequer e isso sempre acontece. 

O problema é que agora pela noite, período que começo a ter crises, estou sentido que a ação acabou e estou meio agitada, parece que estou agitada pelo que não me agitei durante o dia, mas não sei, não posso julgar nada pois ainda é o primeiro dia.

É isso! 

Até.

Como decidir que chegou a hora de mudar!

Em minha última e severa crise, há mais ou menos um mês atrás eu sofri demais! Sofri com o choque ao olhar para o chão, com o choque ao olhar para o espelho e com a raiva das pessoas que perguntavam porque eu cortei o cabelo (claro que elas não tem culpa).

Eu decidi mudar, pois como comentei sofro a quase 10 anos e todas as tentativas que fiz e que prometi a mim mesma e familiares de parar com essa mania falharam. Eu decidi que preciso de uma ajuda, TÓPICA, algo a mais, não apenas a minha vontade de mudar!

Durante a crise eu preferia cortar e arrancar meu cabelo a dormir, comer, sair, sabe, bem loucura mesmo!

O meu problema, como comentei, é um pouco melhor e um pouco pior! Eu começo arrancando os cabelos e me irrito e falo CHEGA VOU CORTAR TUDO, assim eu só fico com os lisinhos. LADO BOM, poucas falhas, LADO RUIM, uma mulher com cabelo de homem, horrível, feio, autoestima lá no chão!
Vocês não tem idéia como fica o chão do quarto durante essas crises, principalmente por eu cortar o cabelo, é muito cabelo, é horrível, eu chego a jogar fora quase uma sacolinha pequena de plástico! É cabelo por tudo, no pijama, chão colchão, lençol,cabelo pinicando GRRRRRRRRRRR. ODEIO!
Eu resolvi procurar ajuda por que essa última crise durou tipo mais de uma semana sem parar. Eu vivendo em função de querer chegar em casa e ficar sozinha no quarto, arrancando e cortando meu cabelo, sozinha cuidando se não tinha alguém vindo até o quarto, escondendo cabelo embaixo da cama…É GENTE, NÃO ESTAMOS SOZINHOS NESSA LUTA!!!
Quando eu tive essa crise eu falei BASTA, CHEGA, NÃO AGUENTO, além de ficar um caco, com sono, mau humor, dando patada em todo mundo, não me arrumando, com dor no braço, pescoço e articulações, cada vez mais feia! Liguei para o psiquiatra que uma amiga que possui sindrome de panico me indicou. Eis que!!! Só tinha consulta para 1 mês depois! Eu tive que aceitar e pensei, bom, vou tornar essa espera um teste para mim.
Desde então eu não arranquei nada, faz um mês, mas ontem assistindo novela já comecei a procurar uns fios e fiquei em pânico, porque pensei TÁ VOLTANDO, e as minhas recaidas tão com 1 mes de inervalo mais ou menos,  durando tipo 1 semana cada.
Além dessa vontade de parar, somada a ajuda psiquiatrica eu decidi somar mais um aliado! Liguei para o dermatorlogista especializado em calvice que um primo meu foi e obteve resultado!

Fui lá e contei a verdade pra ele, com medo da reação! Ele foi bastante profissional, não fez cara feia não falou nada e falou NÓS VAMOS DEIXAR SEU CABEÇO COMPRIDÃO, BONITO DO JEITO QUE VOCÊ QUER CRESCENDO MAIS RÁPIDO :DDDDDDDDDDDDDD!!!! felicidade sem tamanho né!
O que ele me indicou?
-shampoo manipulado com octopirox, que é um agente que tipo mata os fungos no couro cabeludo, fazendo crescer melhor e mais rápido
-sempre secar o cabelo com secador! pois o couro cria fungo se fica molhado!
-minoxidil gostas- que é um oxigenador do couro cabeludo e dilata os poros, estimulando crescimento
comentei com ele que já tinha lido sobre pill food. já ouviram falar? é um manipulado cheio de coisas ótimas para o cabelo e ele me receitou.
-pill food
-exsynutriment –  é o silicio, ele é anti ange e é tudo de bom pra cabelo e pele!
BOM, COM ESSE ARSENAL AI, eu já fiquei mas feliz mas avisoooo ele me disse que leva 3 meses pra surtir resultado, pra começar a ver resultado. Em 1 mes meus amigos tão comentando que meu cabelo já tá mais cheinho!!! 😀
Pergunta, É CARO?
O mais caro aí o o exsynutriment, que sai tipo 90 reais 60 capsulas, e tipo tudo deu 200 e pouco!

Já coloquei na minha cabeça isso também, que to PAGANDO 200 REAIS pra meu cabelo crescer! Acho que isso também ajuda!

Tenho uma dica boa pro pessoal que arranca os cílos, que não é meu caso mas eu estou usando:
Existe um colírio no mercado, principio ativo BIMATOPROSTA. Esse colírio é usado no tratamento do glaucoma, porém um dos efeitos adversos é crescimento dos cílios e a pigmentação deles, tipo fica mais escuro, EFEITO RÍMEL! 😀 comecei a usar, faz 1 mes também e os resultados também vem a aparecer lá pelo 3! Quem tiver curiosidade, nos EUA se chama LATISSE! Passo com um aplicador de delinador na base dos cilios na pálpebra
AVISOS: SÓ PODE PASSAR NA PARTE DE CIMA, não deixe pingar no olho, pois pode despigmentar, é só pra passar com um cotonete mesmo, eee pode causar alergia ou escurecer as pálpebras, mas administrando com cuidado acho que dá certo!

Bom, parte da psiquatria, o médico me receitou cloridrato de sertralina! Ainda não comecei, mas como comentei vou começar a contar para vocês!

Se alguém quiser mais detalhes sobre os produtos que o dermatologista passou, o nome do médico e etc pode me pedir! Até mesmo quem quiser do meu novo “amigo” psiquiatra. Foi a primeira consulta mas de cara gostei dele. Super profissional, me deixou super a vontade!

Segue uma foto de amostra do tratamento com minoxidil A GENTE O MINOXIDIL TAMBÉM PODE SER USADO NA SOBRANCELHA e uma do uso do bimatoprosta para cílios

!

Bom é isso, espero que essas dicas ajudem!
Até!!!

Meu caso.

Bom, nesse post eu vou contar a vocês um pouco do meu caso. Caso queiram contar o de vocês fiquem à vontade nos comentários!

Eu acredito que eu comecei a ter este problema em 2003, pense, já está quase fazendo aniversário de 10 anos hehe (levando sempre no bom humor).

Desconheço a causa específica do problema. Acredito que seja algo relacionado a eu procurar pontas duplas em meus longos e volumosos cabelos ondulados, que pareciam da Gisele Bündchen, segundo minha mãe e que agora estão parecendo os da Xuxa hahahaha!

Comecei a procurar fios que eu achava que estavam ressecados, estragados e PLIM, arrancá-los, achando que ficaria apenas com os fios saudáveis! Que bela ideia não? NÃO, eis que isso se tornou no inferno em que hoje me encontro, uma mania que me domina, me controla!

Pois então, eu arrancava arrancava, sempre do topo da cabeça, até levar sustos ao ver no chão o chumaço de fios ou então quando notei a falha! Aí parei, parei por tanto tempo que desconheço o tamanho do intervalo…

Lá porrrr 2007 lembro que eu estava com essa neura de novo. Sempre usei muito secador pra escovar os cabelos e meus cabelos estavam se tornando palha de aço, mais em regiões específicas, aí eu com minha genialidade comecei a cortar esses fiapos que eu achava estarem estragados. Até aí ok, não estava arrancando e pra mim estava legal, até que meus colegas de escola falaram PELO AMOR DE DEUS, O QUE É ISSO hehehehe! Aí notei e novamente parei, até 2008 acredito.

Em 2008 com entrada na faculdade e algumas cobranças a mais lembro que o problema retornou e eu estava arrancando os fios, lembro até daquela coceira na cabeça que fica de tanto arrancar! Aí lembro que decidi alisar o cabelo e falei aaah vou parar se não não vai rolar! Ai parei! Tudo lindo tudo bem ok, 2009 eu não me lembro muito bem, mas acho que em 2009 por incrível que parece eu estava numa fase super saúde com meu cabelo, hidratações semanais, uso de vitaminas, eles estavam crescendo bem rápido, fiquei com o cabelo longão, todo mundo achava lindo!
2010000! Começa! Comecei o estágio, acho que acabei ficando mais nervosa e mais agitada e ansioisa que de costume e comecei uma destruição que até agora 2012 sem retorno.

A compulsão voltou com tudo, de arrancar mesmo, misturado a uma vontade de não sair mais, ficar em casa e eis que outra bela ideia, eu voltei a aquela loucura de que devia cortar os cabelos que estava me incomodando, para que eu pudesse me ver livre deles, para que os bonitos nascessem normalmente e tudo bem, só que não foi bem assim. Desde 2010 arrancando alguns e compulsivamente cortando os fios para evitar as falhas no couro, ficaram as falhas nas mechas de fio mesmo, o cabelo foi afinando afinando, no começo era até legal! Parecia repicado sabe, depoiiis um desastre. Ninguém entendia!
Eis que no começo de 2009 resolvi cortar eles, joãozinho mesmo, na esperança de deixa crescer. Só que não foi bem assim novamente! Com minha autoestima lá embaixo e achando esse cabelo horrível, a compulsão aumentou! Eu comecei a arrancar e cortar e arrancar e cortar cada vez mais! 

Eis que hoje, 20/10 eu resolvi procurar ajuda psiquiátrica, pois em 2010 eu já havia recorrido somente à psicoterapia e não tive retorno, além de entrar em conflito com a profissional.

Gostei muito do médico e ele disse que fui madura em entender meu problema e aceitar que preciso de ajudar! 

Ele me recomendou sessões de psicoterapia também, que começarei em breve.

Receitou uma medicação que ainda não comecei! E vou contar para vocês como está sendo!

Sempre tive problemas em casa com a família, aqui todo mundo é muito nervoso e talvez isso pode ter ajudado a desencadear o problema. 

Acho que procurei ajuda meio que tarde, mas tenho esperanças e recomendo para todos! É um auxilio, é um bem a você mesmo! Só vai te ajudar!

Sai do consultório hoje com uns 30 kg a menos sabe!

Pois então, nos próximos posts eu contarei mais a vocês como está sendo meu tratamento!

HORA DE MUDAR!

Olá para você que chegou até este blog!

Estou começando hoje um blog com o intuito de fazer com que as pessoas conheçam mais a respeito da Tricotilomania.

A Tricotilomania, ao meu ver de sofredora de tal “distúrbio”, é algo que praticamente nenhuma pessoa a minha volta tinha conhecimento. Se digitarmos no Google ainda encontramos um site ou outro explicando sobre, porém muita gente desconhece da existência e até mesmo se questionados sobre: “O QUE VOCÊ ACHA DE UMA PESSOA QUE ARRANCA OS PRÓPRIOS CABELOS, CÍLIOS OU PELOS DA SOBRANCELHA”, por falta de conhecimento ou até mesmo uma certa repugnância responderia : “É LOUCA!”.

Não, não é nada fácil viver com tricotilomania e se você é um sofredor desse distúrbio eu sei exatamente o que você sente. O que sente no momento em que está arrancando um cabelo (como no meu caso), ou até mesmo o cílio ou pelo da sobrancelha, sei o que é acordar um caco por ter dormido pouco ou nem ter dormido, por ter deixado de comer as vezes, por deixar de sair somente para ficar sozinho no quarto arrancando e arrancando e arrancando, mesmo com o braço já doído, com sono, nós persistimos. Além desse momento, sei muito bom qual o sentimento de culpa, ao ver os fios de cabelo que você estava contente que tinham nascido uns cms ali no chão, ao se olhar no espelho se deparar com o desastre que você mesmo cometeu ou até mesmo a barra ao sair para o mundo real e notar que as pessoas ficam te olhando de um jeito estranho, principalmente seus parentes que já sabem que você, se é que poderíamos dizer assim “é um pouco diferente”, pois eu também imagino que seja difícil alguém que nunca passou por isso entender qual o motivo de uma pessoa se “auto destruir” – palavras da minha mãe!-. Além do mais eu havia driblando os conhecidos sempre com alguma desculpa para justificar o motivo de meu cabelo estar aquela tragédia. Se reencontrava alguns amigos depois de umas semanas sem se ver a pergunta não era OI, COMO VAI – e sim – VOCÊ CORTOU O CABELO DE NOVO? PORQUE VOCÊ FEZ ISSO, NÃO VÁ CORTAR DE NOVO, POR FAVOR DEIXE CRESCER!

É pessoal, tudo isso nos faz pensar POR QUE EU FUI ESCOLHIDO PARA SOFRER ISSO, QUAL É A GRAÇA DE VIVER, EU SÓ QUERIA PODER SER NORMAL, QUERIA PODER TER CABELOS.

Eu cansei de passar por isso, minhas crises estão cada vez mais constantes, em média uma vez por mês eu já começo a arrancar cabelos, quando no passado os intervalos duravam anos o até mesmo meses.

Resolvi escrever esse blog para que possamos trocar experiências, angústias, dicas e tudo que possa nos ajudar. Pois unidos, venceremos!

Especialmente hoje eu resolvi, depois de quase 10 anos sofrendo, porém com intervalos de anos, buscar ajuda psiquiátrica. Em 2010 minha vida praticamente se tornou um inferno e a partir deste ano eu nunca mais tive longos cabelos, a sensação de cabelos ao vento, poder fazer aquele penteado, um coque, nada!

Nas postagens seguidas eu contarei meu caso e descreverei a tricotilomania!

Acredite em você mesmo! Espero me ajudar e também poder ajudar quantas pessoas forem necessárias com este blog!